+55 11 99998-6075

IPVA atrasado? Entenda as consequências geradas pelo não pagamento

Última atualização em:
03/06/2024

Sempre que um ano se inicia, o famoso IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) deve ser pago pelos proprietários de veículos. Porém, por ser cobrado logo após as festas de final de ano, quando a grana pode estar curta, o pagamento muitas vezes atrasa.

E o que fazer quando o IPVA está atrasado? É possível trafegar sem o pagamento efetuado ou isso pode gerar consequências? Vamos responder essas questões no post de hoje. Acompanhe!

O que é IPVA e como é calculado?

Conforme dissemos, IPVA é a sigla para Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, um imposto cobrado pelos governos estaduais anualmente. Foi criado e instituído em 1986, substituindo a Taxa Rodoviária única (TRU).

Quando arrecadado, o IPVA é separado entre Estado, Município e Governo Federal, que fazem a aplicação onde for necessário, seja na educação, saúde ou mobilidade.

O cálculo envolve duas informações importantes, sendo elas a alíquota cobrada pelo estado e o preço venal do veículo. 

A alíquota, por exemplo, pode variar entre 1% e 4% e geralmente cada estado tem um percentual diferente. Em São Paulo se cobra 4%, enquanto outros estados como o Piauí, são cobrados 2,5%.

Já o preço venal diz respeito ao valor que o carro apresentou em setembro do ano anterior, sempre usando a tabela FIPE como referência. 

Quais são as penalidades do não pagamento do IPVA?

Quando o pagamento do IPVA não é realizado no momento correto, por uma série de motivos, o proprietário pode enfrentar alguns problemas. Entre os principais, podemos destacar:

Cobrança de juros e multa 

O IPVA gera uma multa que é cobrada por cada dia de atraso do pagamento. O valor varia de acordo com o estado onde o veículo foi adquirido e possui registros. Ainda assim, a multa recebe o acréscimo de juros, chegando a 20%.

Licenciamento barrado

Sem o IPVA em dia não é possível licenciar o veículo, algo relacionado a uma infração de trânsito. Quando isso acontece, muitas vezes, o automóvel corre o risco de ser apreendido pelas autoridades e uma multa também pode ser gerada.

Menos chances de crédito

A partir do momento em que o IPVA se torna uma dívida, a pontuação de crédito do condutor do automóvel sofre o impacto. Desta forma, é mais difícil conseguir empréstimos ou financiamento, se forem necessários.

O que fazer quando o IPVA está atrasado?

Mesmo que o ideal seja pagar na data correta para evitar os problemas citados, uma das alternativas quando o IPVA está atrasado é o parcelamento, principalmente quando não há dinheiro em caixa. 

Os proprietários podem acessar o site do Detran ou Sefaz para emitir uma nova guia, calculando as multas cabíveis de acordo com o tempo de atraso e expedir um novo boleto. 

Você já deixou atrasar o IPVA do seu veículo alguma vez? Possui outras dúvidas sobre o assunto? Deixe o seu comentário e compartilhe o conteúdo de hoje!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados
Todos os direitos reservados © 2024
Desenvolvido
SuryaMKT
Atualizado em: 
03/06/2024 @ 10:06
magnifiercross